fale livremente,
você não precisa se identificar

18.247.929
Acessos

45.357
comentários

10.779
respostas

#44001
Remetente não identificado 24/03/2020

Faça caminhadas, leia livros, mantenha-se informada(o) no site da Uol (secções de economia, saude, politica, etc), vá pedalar, ouça musicas, medite um pouco sobre o passado e o futuro, troque mensagens no whats com gente interessante, faça musculação (há vários aplicativos interessantes) arrume a casa, lave a louça, dê uma olhadinha rápida no Insta (bem ligeira, pois aquilo é viciante), coma uma fruta (sem pressa), tome um banho morno e longo, olhe fotos antigas e acenda as lembranças, olhe pelas janelas se tem gente nas ruas, ligue pra alguém com quem vc gosta de conversar (mas não alugue a pessoa por muito tempo), dê banho no cachorro (ou no menino), arengue com o marido, ou com o irmão, com o pai, ou a mãe (de preferência um por vez), vá fazer compras no mercado do Mafuá (não esqueça da máscara, nem de deixar os sapatos na porta de casa, quando voltar para casa e lave as mãos), veja filmes na Netflix, evite se aborrecer com os latidos dos cachorros do vizinho, visite parentes no cemitério (desses você não pega o corona)...

Respondido em 24/03/2020
Ver 4 Comentários 1 curtida    34 Acessos
#44023
Remetente não identificado 26/03/2020

Fui ingênuo ao aceitar sócios. Acreditei em promessas, me alimentei de sonhos: dois erros fatais.

Os novos donos das empresas são honestos, mas seguem princípios empresariais diferentes, baseados na maximização dos resultados financeiros, pois a pressão dos seus investidores por retornos é gigantesca. Da China ao Chile, essa é a nova ordem econômica, que atirou o mundo numa era de enormes crises e incertezas.

Mantenha o olhar atento, controle seus gastos e não perca a lucidez nem a serenidade.

Respondido em 26/03/2020
Ver 0 Comentários 3 curtidas    13 Acessos
#44022
Remetente não identificado 25/03/2020

Não se preocupe. Faça o seguinte:

1. Coloque uma bolsa de gelo sobre o local das dores (se não tiveres bolsa, envolva as pedras de gelo numa camisa de algodão), durante 15 minutos, de 3 em 3 horas.

2. Ouça um tango do Carlos Gardel (ou do Astor Piazolla) durante uma hora por dia, quando não estiver usando a compressa de gelo.

Respondido em 26/03/2020
Ver 0 Comentários 0 curtidas    13 Acessos
#44017
Remetente não identificado 25/03/2020
#44017
25/03/2020

Pois num é. Já vi, há uns dez dias, essa marmota de uns maranhenses. Já pedi ao dr Gustavo pra notifica-los quanto à nossa titularidade da marca. 😡

Respondido em 26/03/2020
Ver 0 Comentários 0 curtidas    13 Acessos
#44014
Remetente não identificado 25/03/2020

👏🏼. Uma síntese visual perfeita para o dilema social que estamos encarando.

Mas... quem é você? Onde é com quem aprendeu essa frase? Ela é MINHA! 🧐

Respondido em 25/03/2020
Ver 2 Comentários 0 curtidas    25 Acessos
#44016
Remetente não identificado 25/03/2020

Sim.

Respondido em 25/03/2020
Ver 0 Comentários 0 curtidas    18 Acessos
#44010
Remetente não identificado 25/03/2020

O diagnóstico de certeza da “gastrite crônica só pode ser feito através da endoscopia com biópsia”. O tratamento é feito com:

  1. mudança de hábitos alimentares (fugir de refrigerantes, álcool, café, cigarro, stress, temperos fortes, pimentas, fritas, comidas gordurosas, embutidos, frutas cítricas, chocolates, “stress”, sedentarismo, períodos longos de jejum)
  2. Nunca mais ingerir analgésicos ou anti-inflamatórios.
  3. Como vc não está tendo acesso ao gastroenterologista, por causa do confinamento, inicie tratamento com esomeprazol (Nexium) 20 mg por dia. Mas logo que possa, agende consulta com seu gastroenterologista ou seu clínico geral, para avaliar se há necessidade (dependendo da sua evolução) de incluir também amoxicilina e claritromicina (erradicação do H. pylori).
Respondido em 25/03/2020
Ver 0 Comentários 1 curtida    15 Acessos
#44013
Remetente não identificado 25/03/2020

Primeiro: você precisa cuidar bem direitinho da sua higiene íntima. Caso contrário, de nada vai adiantar tomar remédios. Se higienize bastante, com banho ou chuveirinho, usando bastante água e sabonete íntimo.

Segundo: você pode ser portadora de Oxiurus vermicularis, um vermezinho danado pra causar coceiras nas regiões anal e vaginal.

Terceiro: pode ser uma infecção por fungo (geralmente Candidíase).

Quarto: também pode ser um quadro de escabiose.

Enfim, são muitas as causas possíveis para a queixa que vc está relatando. O mais prudente seria consultar uma ginecologista, pedindo-a que examine com atenção a pele da região ano-vaginal. Com certeza ela solicitará que vc faça um exame parasitológico de fezes. Boa sorte.

Respondido em 25/03/2020
Ver 0 Comentários 0 curtidas    16 Acessos
 < 1 2 3 4 5 6 7 8 >  Última

18.247.929
Acessos

45.357
comentários

10.779
respostas