fale livremente,
você não precisa se identificar

17.492.419
Acessos

45.157
comentários

10.652
respostas

#39597
Remetente não identificado 29/05/2018
Normal. Esse é um dos padrões de normalidade nos exames de mamografia em mulheres jovens. Você deve ter idade inferior a 35 anos, e nunca amamentou. Acertei? 😉
Respondido em 31/05/2018
Ver 2 Comentários 15 curtidas    1592 Acessos
#10342
Remetente não identificado 24/08/2014
ESSA CONDIÇÃO AFETIVO-EMOCIONAL POSSUI UMA DENOMINAÇÃO MÉDICA: "ATIMIA", do grego "athumía", QUE CONSISTE NA AUSÊNCIA DE SENTIMENTOS E DE MANIFESTAÇÕES AFETIVAS. TAL CONDIÇÃO É COMUM EM PORTADORES DE ESQUIZOFRENIA. ISSO NÃO QUER DIZER QUE VOCÊ SEJA PORTADORA DE ESQUIZOFRENIA. O MAIS PROVÁVEL É QUE ISSO SEJA APENAS UM TRAÇO ISOLADO DA SUA PERSONALIDADE, POIS NO QUADRO COMPLETO DA ESQUIZOFRENIA O PORTADOR DA ENFERMIDADE NÃO TEM CONSCIÊNCIA DA SUA (DELE) CONDIÇÃO AFETIVA, COMO ESTÁ A OCORRER COM VOCÊ. DEVE SER BIZARRO, VIVER COMO UM ESPECTADOR PASSIVO. COMO SE O MUNDO FOSSE UM FILME QUE VOCÊ ESTÁ ASSISTINDO. OU UM QUADRO NA PAREDE, QUE VOCÊ MIRA SEM EMOÇÕES, SEM SOFRIMENTOS E SEM ALEGRIAS. OU SEJA, FORA DA CONDIÇÃO HUMANA.
Respondido em 25/08/2014
Ver 186 Comentários 367 curtidas    177537 Acessos
#33249
Remetente não identificado 28/08/2017
Sim.
Respondido em 28/08/2017
Ver 17 Comentários 25 curtidas    5844 Acessos
#20291
Remetente não identificado 11/02/2016
Isso é um achado muito comum nos exames de ultra-sonografia Doppler color das carótidas de pessoas idosas. O mais importante do ponto de vista de riscos é saber se tais placas de calcificações de aterosclerose estão associadas a estenose (estreitamento) da luz da artéria carótida interna. Se a estenose for maior que 70% será indicado um procedimento cirúrgico chamado endarterectomia, ou poderá se optar pela colocação de um "STENT" no local da lesão (angioplastia Carotidea). Comece a fugir dos cigarros e dos alimentos gordurosos. Pratique caminhadas. E procure um neurologista, pois você poderá fazer parte de uma população de risco para acidente vascular cerebral isquêmico.
Respondido em 11/02/2016
Ver 27 Comentários 73 curtidas    50814 Acessos
#37355
Remetente não identificado 18/02/2018
Hummm, pergunta sem nexo. Lógico que não, ò sem noção,,,
Respondido em 18/02/2018
Ver 5 Comentários 42 curtidas    6060 Acessos
#3606
Remetente não identificado 11/05/2013
Mãe Chata, uma homenagem a ela.

“Um dia, quando meus filhos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e as mães, eu hei de dizer-lhes:
Eu os amei suficiente para ter perguntado aonde vão, com quem vão e a que horas regressarão.
Eu os amei suficiente para não ter ficado em silêncio e fazer com que vocês soubessem que aquele novo amigo não era boa companhia.
Eu os amei suficiente para fazê-los pagar as balas que tiraram do supermercado ou as revistas do jornaleiro, e fazê-los dizer ao dono: “Nós pegamos isto ontem e queríamos pagar”.
Eu os amei suficiente para ter ficado em pé junto de vocês, duas horas, enquanto limpavam o seu quarto, tarefa que eu teria feito em 15 minutos.
Eu os amei suficiente para deixá-los ver, além do amor que eu sentia por vocês, o desapontamento e algumas lágrimas em meus olhos.
Eu os amei o suficiente para deixá-los assumir responsabilidades das suas ações, mesmo quando as penalidades eram duras que me partiam o coração.
Mais do que tudo isto, eu os amei para dizer-lhes “não”, quando sabia que vocês poderiam me odiar por isso (e em certos momentos até odiaram).
Essas eram as mais difíceis batalhas de todas Estou contente, venci... por que, no final, vocês venceram também!
E em qualquer dia, quando os meus netos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães, quando eles lhes perguntarem se sua mãe era chata, meus filhos vão dizer: “Sim, nossa mãe era chata. Era a mãe mais chata do mundo...
As outras crianças comiam doces no café e nós tínhamos de comer cereais, ovos e torradas. As outras crianças bebiam refrigerantes e comiam batatas fritas e sorvete no almoço, e nós tínhamos de comer arroz, feijão, carne, legumes e frutas. Ela nos obrigava a jantar à mesa, bem diferente das outras mães que deixavam seus filhos comer, vendo TV. Ela insistia em saber onde estávamos a toda hora (ligava para nosso celular de madrugada) e “fuçava” nossos e-mails. Era quase uma prisão.
Mamãe tinha que saber quem eram os nossos amigos e o que nós fazíamos com eles. Insistia que lhe disséssemos com quem íamos sair, mesmo que demorássemos apenas uma hora ou menos.
Nós tínhamos vergonhas de admitir, mas ela “violava as leis de trabalho infantil”, pois tínhamos que tirar a louça da mesa, arrumar nossas bagunças, esvaziar o lixo e fazer todo esse trabalho que achávamos cruéis. Eu acho que ela nem dormia à noite, pensando em coisas para nos mandar fazer no outro dia.
Ela insistia sempre conosco para que lhe disséssemos sempre a verdade. E quando éramos adolescentes, ela conseguia até ler nossos pensamentos.
A nossa vida era mesmo “chata”, ela não deixava nossos amigos tocarem a buzina para que saíssemos; tinham que subir, bater à porta, para ela os conhecer. E, enquanto todos podiam voltar tarde, à noite, tendo apenas 12 anos, tivemos de esperar até os 16 anos para chegar um pouco mais tarde. E aquela “chata” ainda se levantava para saber se a festa foi boa (só para ver como estávamos ao voltar).
Por causa de nossa mãe, nós perdemos imensas experiências na adolescência: nenhum de nós esteve envolvido com drogas, em roubo, em atos de vandalismo, em violação de propriedade, nem fomos presos por nenhum crime. FOI TUDO POR CAUSA DELA!
OBRIGADO MÃE! Agora que já somos adultos, honestos e educados, estamos a fazer nosso melhor para sermos “pais chatos”, como minha mãe foi."

Texto da internet, autor desconhecido.

Feliz dia das Mães!!!!!!!!!
BACANA DEMAIS, ESSA MÃE CHATA. A MINHA FOI UMA DESSAS. AINDA BEM.
Respondido em 11/05/2013
Ver 4 Comentários 27 curtidas    17474 Acessos
#8121
Remetente não identificado 03/04/2014
EVITE BEBER ÁLCOOL UM DIA ANTES E DOIS DIAS DEPOIS DA INGESTÃO DO MEDICAMENTO.
Respondido em 03/04/2014
Ver 409 Comentários 390 curtidas    479715 Acessos
#43190
Remetente não identificado 03/08/2019

Quem não é tem vontade de ser.

Respondido em 09/08/2019
Ver 0 Comentários 42 curtidas    589 Acessos
#43187
Remetente não identificado 02/08/2019

Tente entender não. É muito complicado. Interpretar máximas envolve conhecimentos complexos de semiótica, filosofia aplicada e semântica. Console-se com um pensamento do Sócrates: “Só sei que nada sei. Sabendo isso, estou em vantagem sobre os que acham que sabem alguma coisa”. Olha aí, você já é uma socrática radical.

Respondido em 09/08/2019
Ver 0 Comentários 12 curtidas    369 Acessos
#42246
Remetente não identificado 15/02/2019

Bom dia, cara visitante do Oiaqui. A leitura do seu texto mostra que você é dotada de uma capacidade intelectual maior que a da maioria das pessoas, sendo capaz de redigir textos de boa qualidade. Sua situação atual é semelhante à de 13 milhões de brasileiros, os quais enfrentam a dura realidade da profunda crise econômica e do alto desemprego que nos castiga há anos.

Mas esse triste cenário coletivo não é justificativa para que vc se acomode e fique num canto, choramingante.

A primeira questão que vc precisa definir é: Quero ser funcionária (empregada) ou quero ter meu negócio?


Se você acha melhor ter seu próprio empreendimento, saiba que oportunidades de negócio são com ônibus e táxis: a toda hora estão passando por perto. Prá pegar um bastará estar atenta e disposta.

Siga o roteiro que lhe sugiro:

Não procure sócios.

Escolha o ramo em que vai atuar.

Não se deixe vencer pelas dificuldades que aparecerão. Quanto mais apanhar, mais perseverante seja.

Não tenha hora para trabalhar, trabalhe 24 horas por dia.

Você vai cair e arrastar a cara no chão por varias vezes. A cada vez se levante e comece de novo, no mesmo ramo ou em outro ramo.

Toda atividade empresarial é rica em possibilidades e servirá como degrau para você subir mais e mais. Listei algumas delas: lavadora de carros, coletora de latas de alumínio, vendedora de lanches, cuidadora de idosos, passeadora com animais domésticos, distribuidora de panfletos, vendedora ambulante, motorista de aplicativos (Uber, 99), corretora de funerárias, de imóveis, de consórcios, de planos de saúde, costureira, manicure, cabeleireira, pregadora de igrejas, etc.

Decida em qual atividade vc irá iniciar sua vivência como empresária e procure observar a rotina de alguém que já atua naquela área. Se aproxime da tal pessoa, dizendo que a admira e deseja trabalhar com ela, mesmo que o pagamento seja só pelos vales-transporte e pelo lanche do meio-dia. Ela não precisará assinar sua carteira de trabalho. Aliás, se ela vacilar, um dia vc estará assinando a dela.

Aprenda todas as rotinas daquela profissão. Chegando em casa, à noite, anote tudo o que de novo aprendeu naquele dia. 

Conheça pessoas que já são clientes da tal empresa, anote seus nomes e telefones. Trate-as muito bem, pois um dia, quando chegar a hora de você se tornar dona do seu negocio elas se tornarão suas clientes. 

Crie canais de acesso a seus serviços através da mídias sociais (Instagram, What's, Face, etc)

Agora, vá a luta, com muito entusiasmo, focada e perseverante.


Mas, se você acha melhor ser funcionária, siga esse roteiro:

Prepare um currículo vitae bem elaborado, e com aparência organizada, inclusive contendo sua foto.

Imprima várias cópias do currículo.

Escolha qual tipo de atividade empresarial você irá visitar (hospital, clinica, escola, comercio, restaurante, lanchonete, oficina mecânica, etc).

Vá ao Google e digite o título do ramo de atividade escolhido. Tipo: “oficinas mecânicas em Teresina”. Irão aparecer nomes e endereços de cada oficina da cidade. Estude detalhes de cada uma delas. Procure no Google se a oficina tem um site (digite o nome da oficina+.com+br) e aprenda tudo que está lá. 

Quando já souber tudo sobre a empresa, se arrume bem direitinho (mas sem exagerar) visite a empresa e peça para falar com a responsável pelas contratações de pessoal.

Chegando na presença da entrevistadora que decide contratações, tente causar uma boa impressão (não esqueça de descobrir antes o nome da pessoa) dizendo que sempre desejou trabalhar naquela empresa. 

Demonstre que sabe detalhes sobre a empresa (vc já aprendeu isso na consulta ao Google ou tendo conversado com funcionários).

Na entrevista demonstre entusiasmo pelo trabalho e aceite qualquer cargo que lhe for ofertado. Diga essa frase: “Se você confiar em mim e me der uma chance eu serei a melhor funcionária dessa empresa". 

Depois, com dedicação e competência você irá subindo na empresa. Já tivemos funcionários que começaram no setor de limpeza e hoje ocupam cargos de gerência.

Se vc nada conseguir nessa tentativa, reflita sobre como você poderá melhorar seu desempenho na próxima entrevista. 

Nunca se deixe abater com um não. Vá em busca de uma outra porta. Chegará o dia no qual uma delas se abrirá. E você começará uma nova história pessoal. 


Respondido em 17/02/2019
Ver 6 Comentários 101 curtidas    516 Acessos
 1 2 3 4 5 >  Última
Nossos Videos

O que uma garrafa de refrigerante faz com seu corpo


Veja todos os videos
oiaqui.com

Teresina - Piauí


17.492.419
Acessos

45.157
comentários

10.652
respostas
Nossos Vídeos

O que uma garrafa de refrigerante faz com seu corpo


Veja todos os videos