fale livremente,
você não precisa se identificar

16.430.238
Acessos

45.131
comentários

10.640
respostas

#42644
Remetente não identificado 10/04/2019

Lógico, tu num estás vendo que sol rima com albendazol?

Respondido em 13/04/2019
Ver 0 Comentários 5 curtidas    39 Acessos
#8121
Remetente não identificado 03/04/2014
EVITE BEBER ÁLCOOL UM DIA ANTES E DOIS DIAS DEPOIS DA INGESTÃO DO MEDICAMENTO.
Respondido em 03/04/2014
Ver 406 Comentários 357 curtidas    477068 Acessos
#17535
Remetente não identificado 30/09/2015
Essa descrição pode ser encontrada num laudo de mamografia ou de estudo histopatologico. De qualquer modo significa que uma área da sua mama se apresenta com densidade assimétrica em relação à outra mama e precisa ser acompanhada. Leve seu resultado para o mastologista ou para a ginecologista.
Respondido em 30/09/2015
Ver 87 Comentários 51 curtidas    49374 Acessos
#33249
Remetente não identificado 28/08/2017
Sim.
Respondido em 28/08/2017
Ver 16 Comentários 16 curtidas    4235 Acessos
#37656
Remetente não identificado 05/03/2018
Esse achado não é preocupante, é tranquilizante. Não se preocupe, pois nada de sério significa.
Respondido em 06/03/2018
Ver 3 Comentários 4 curtidas    1908 Acessos
#9697
Remetente não identificado 09/07/2014

O resultado desse exame deve ser interpretado por um medico. De qualquer modo, vou tentar explicar-lhe: A lactose depois de digerida produz duas moléculas: a glicose e a galactose. Para fazer este teste o paciente ingere em jejum um líquido com dose concentrada de lactose. Em seguida,durante duas horas, obtém-se várias amostras de sangue para medir o nível de glicose, que reflete a digestão do açúcar do leite. Se a lactose é "quebrada" pela digestão, os niveis de açucar no sangue sobem (o paciente näo tem a doença). Se a lactose não é "quebrada", o nível de glicose no sangue não aumentará e, conseqüentemente, o diagnóstico de intolerância à lactose será confirmado. Um detalhe: este exame não é indicado para crianças pequenas.


VAMOS RESUMIR A INTERPRETAÇÃO:

  1. ANOTE NUM PAPEL O VALOR DA SUA GLICEMIA BASAL (OU DE JEJUM):SUPONHA QUE TENHA SIDO 89.
  2. SOME A TAL VALOR O NÚMERO 20.

    OU SEJA: 89 + 20 = 109.

  3. COMPARE ESSE NÚMERO (NO CASO DO EXEMPLO ACIMA: 109) AOS VALORES DE SUAS GLICEMIAS DOSADAS APÓS A INGESTÃO DA LACTOSE.

- SE UM DE TAIS VALORES ESTIVER IGUAL OU ACIMA DE 109, VOCÊ NÃO É PORTADORA DE INTOLERANCIA À LACTOSE.

- SE AS DOSAGENS DE GLICEMIA ESTIVEREM ABAIXO DE 109 VOCÊ É PORTADORA DA ENFERMIDADE.

Respondido em 10/07/2014
Ver 977 Comentários 1012 curtidas    862685 Acessos
#10801
Remetente não identificado 23/09/2014
OIAQUI CONSULTAS MEDICAS, É? POIS TÁ...
Respondido em 23/09/2014
Ver 25 Comentários 21 curtidas    21391 Acessos
#42325
Remetente não identificado 23/02/2019
Boa Noite Dr. , vendo seu modo de interagir aqui eu fico admirada com sua inteligência no modo de escrever, de dar explicações sobre diversos assuntos...Eu tenho um problema: não gosto de ler livros, tenho vontade, mas ''não consigo" me prender à para leitura. Geralmente quando estou lendo algo meu pensamento "voa" em outras dimensões . Isso me deixa frustrada,não consigo me envolver na história e compreender o livro, seja qual for o assunto. E tenho notado que estou nessa condição em tudo que faço, ex: Começo a lavar uma louça, mas antes de terminar me vejo olhando celular, vendo receitas ou outros assuntos com nada a ver , sabe?.. Começo vendo o site Oiaqui , de repente estou em uma página de outra coisa qualquer que não seja o que eu deveria estar vendo .. Eu também não consigo conversar com as pessoas , desenvolver assuntos . Sou uma pessoa muito introvertida , acho que não sei conversar . Noto isso quando tento explicar algo para uma pessoa e a grande maioria não entende. Me sinto como se eu estivesse falando grego, às vezes... Acredito que isso dificulta também na hora de correr atrás dos meus objetivos , porque não sei me relacionar com as pessoas(tenho vergonha até de um aperto de mãos ).. Isso eu acredito que esteja me dificultando até na hora de me inserir no mercado de trabalho . Tenho uma vergonha absurda de chegar a conhecidos e cumprimenta-los. Acho estranho isso, me dá uma sensação de" frio na barriga", bem estranho.. Tenho também uma questão que me incomoda muito: é o fato de ser desconfiada com tudo e todos, acho a grande maioria das pessoas interesseiras , falsas. Em meu relacionamento afetivo não consigo acreditar na pessoa, crio histórias tipo "jogando verde pra colher maduro" e infelizmente ou felizmente (sei lá) acabo estando "certa" e o relacionamento vai por água abaixo e eu me sinto super culpada. Enfim... Gostaria de saber com o Sr. , o que seria interessante para fazer para mudar isso em mim?. Isso é um tipo de transtorno psicológico? O Sr. conseguiu entender o que eu quis explicar neste texto?.. Desde já agradeço.

Sim, cara amiga, consegui entender seu texto, aliás muito claro, bem redigido. Não há duvidas de que, por herança genética ou por assimilação cultural (a partir de vivências da infância) você desenvolveu alguns indícios de que é portadora de alguns transtornos psicológicos ditos "menores”: déficit de atenção, delírios persecutórios, etc. Como você é uma pessoa inteligente e consciente do quanto essa condição lhe perturba a existência, uma sugestão seria a de começar a buscar, no Google e no Youtube, textos científicos acerca das condições acima. Outra atitude seria a de buscar orientação com psicólogo ou com psiquiatra. Tenha a certeza de que esse seu desconforto emocional é muito frequente, sendo possivel aliviá-lo bastante, através do autoconhecimento. Não deixe de tentar e tentar e tentar ler, até adquirir o hábito; procure praticar atividades físicas (caminhadas, natação, etc), durma cedo, fuja do álcool e tente praticar yoga. Boa sorte e dê noticias sobre seus progressos.

Respondido em 25/02/2019
Ver 2 Comentários 12 curtidas    274 Acessos
#30855
Remetente não identificado 20/05/2017

Eita, taí uma pergunta difícil, pois as doenças auto-imunes são as mais complexas de todas. Até mesmo os médicos - a maioria deles - não tem a compreensão do que elas vêm a ser. E você propõe que eu lhe explique, pelo oiaqui, os resultados dos exames para diagnostico dessas enigmáticas enfermidades!

Vamos lá, vou tentar:

As doenças auto-imunes são também chamadas de doenças de auto-agressão. Ou seja, doenças nas quais o organismo da pessoa agride a si próprio, na escala celular. Nas organizações humanas - numa cidade, ou numa empresa, por exemplo - cada indivíduo cumpre uma função social: umas pessoas limpam ruas, outras dirigem ônibus, outras constroem casas, outras dão aulas nas escolas, outras fazem as leis, outras julgam e condenam, etc. Nessa distribuição coletiva do trabalho existe um importante grupo de pessoas cuja função é de defender a todos contra assaltos, roubos, terrorismos, etc. Essas pessoas se chamam "policiais". Pois bem, o corpo humano é parecido com uma cidade, na qual os seus habitantes são as células, com algumas delas fazendo o papel de "defensores dos inocentes". Quando alguma bactéria ou vírus invade nosso organismo, nossas células de defesa usam suas armas, que são chamadas "anti-corpos", para destruir os assaltantes, os bandidos, os terroristas. As doenças "auto-imunes" surgem quando, e ainda não sabemos a razão pela qual isso acontece, nossas células policiais começam a usar suas armas para atacar nossos habitantes inocentes, nossas células "comportadas", trabalhadoras, normais. É como se nossos policiais, de repente, virassem bandidos, começando a matar e a roubar os seus irmãos, aqueles aos quais deveriam proteger. Tipo, assim o que estão fazendo muitos dos nossos políticos...

A cada dia aumenta mais a ocorrência das doenças auto-imunes, tais como o Lúpus, a Esclerose múltipla, a Artrite reumatóide, o Vitiligo, as Tireoidites e muitas outras. O diagnóstico preciso dessas doenças é muito difícil. E seu tratamento ainda mais.

Para diagnosticar tais enfermidades os especialistas fazem uso do FAN, que significa Fator Anti-Nuclear. Ou seja, um exame que diz se estamos produzindo anticorpos que atacam o núcleo (algo como o cérebro) das nossas células. Existem várias tipos de anticorpos, ou seja de FANs, que podem atacar grupos específicos de nossas células: células dos olhos, ou dos rins, ou da pele, etc.

Para fazer o exame de FAN os médicos retiram um pouco do nosso sangue e misturam essa amostra com uma substância florescente, tipo um corante celular. Em seguida, os patologistas identificam quais as partes das nossas células estão sendo agredidas, pois eles aparecerão brilhantes ao microscópio: se é o núcleo, se é o nucléolo (onde se faz a síntese das proteínas), as mitocôndrias, o citoplasma (um material que circunda o núcleo), ou se é a membrana (a parede que envolve a célula). Se nada brilhar, o exame será normal. Se algum de tais componentes celulares brilhar, o exame será considerado positivo para aquele elemento celular. Mas a coisa é mais complicada, porque algumas vezes um pequeno número de células apresentam brilho em seus componentes e nem assim o resultado poderá ser considerado positivo.

Concluindo: se seu resultado foi positivo para "nucléolo reagente" significa que seus anticorpos estão atacando os nucléolos das suas células.

Agora o seu médico, que precisa entender muito dessas enfermidades, vai interpretar e correlacionar esse achado laboratorial aos resultados de outros exames e aos seus sinais e sintomas clínicos, para chegar a um diagnóstico que permita dar um nome à sua doença. De posse desse nome, o especialista irá buscar na literatura médica um esquema de tratamento que seja mais eficaz para o seu caso, mesmo sabendo que cada paciente se comporta à sua maneira, quando submetido aos medicamentos. Muitas vezes um esquema de tratamento começa a obter controle da doença e depois de algum tempo já não funciona mais e os sintomas recomeçam.

Enfim, leia muito sobre sua doença, seja tolerante e paciente com você mesma e com seu médico, administre os efeitos adversos dos corticoides, faça caminhadas, natação, pratiquei um esporte, leia muito e se prepare para uma longa batalha contra você mesma.

Respondido em 20/05/2017
Ver 7 Comentários 41 curtidas    24580 Acessos
 1 2 3 4 5 >  Última
Nossos Videos

O que uma garrafa de refrigerante faz com seu corpo


Veja todos os videos
oiaqui.com

Teresina - Piauí


16.430.238
Acessos

45.131
comentários

10.640
respostas
Nossos Vídeos

O que uma garrafa de refrigerante faz com seu corpo


Veja todos os videos