fale livremente,
você não precisa se identificar

10.436
Acessos

19
curtidas

30
comentários
Home > Doutor já fui vítima de tromboembolismo pulmonar e a cada dia mais mulheres estão sofre...
#11329
Enviado Anônimamente 30/10/2014

Doutor já fui vítima de tromboembolismo pulmonar e a cada dia mais mulheres estão sofrendo esse tipo de evento, principalmente ocasionado pelo uso de pílulas anticoncepcionais. Assim como eu, essas mulheres também estão sendo diagnosticadas tardiamente pois os médicos tem confundido os sintomas com outros tipos de doença. Sempre que leio depoimentos acerca desses problema percebo que os sintomas são sempre os mesmo: falta de ar, desmaios, dor no peito, dor nos membros inferiores etc. Então porque o diagnóstico correto ainda está sendo tão difícil de ser detectado, até mesmo na rede particular de saúde? Obrigada!

MINHA CARA, O T. E. P. (TROMBOEMBOLISMO PULMONAR) É UMA DAS DOENÇAS QUE CAUSA MAIS MORTES NO MUNDO. É UMA DOENÇA TRAIÇOEIRA, SILENCIOSA E MUITO FREQÜENTE. QUEM SE OPERA CORRE RISCO, QUEM FAZ VIAGEM DE AVIÃO CORRE PERIGO, QUEM TOMA PÍLULAS ANTICONCEPCIONAIS, VARIZES NAS PERNAS, ESTÁ DESIDRATADO, PERMANECE MUITO TEMPO EM PÉ, ESTÁ ACAMADO FAZ PARTE DE GRUPOS DE RISCO... ENFIM, SÃO MUITOS OS CAMINHOS QUE LEVAM À TRAGÉDIA. E OS SINTOMAS SÃO DISCRETOS, POUCO ESPECÍFICOS: FALTA DE AR É MUITAS VEZES O ÚNICO SINTOMA. PARABÉNS POR TER SOBREVIVIDO A UM T.E.P. DUVIDO QUE VOCÊ ESTIVESSE CONTANDO ESSA HISTÓRIA SE TIVESSE SIDO ATENDIDA EM UM POSTO DE SAÚDE. CUIDE-SE, POIS QUEM JÁ SOFREU UM T. E. P. TEM 20 POR CENTO DE CHANCES DE VOLTAR A APRESENTAR A ENFERMIDADE.
30 Comentários 13 curtidas
30 COMENTÁRIOS
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Imagine o senhor que fui tratada 18 dias como se estivesse com pneumonia. Milagre ou não, sobrevivi ao TEP.
17 curtidas Curtir
31/10/2014
Enviado Anônimamente 30/10/2014
EU TBM SOU UMA SOBREVIVENTE AO TEP E TVP DR. CERQUEIRA!!! COMECEI COM UMA FALTA DE AR E FUI AO PRONTOMED, MAS NÃO SUSPEITARAM, ATÉ QUE DOIS DIAS DEPOIS (19/10/13), MINHA PERNA ESQUERDA INCHOU BASTANTE E VOLTEI AO PRONTOMED, ONDE FOI DIAGNOSTICADO TVP E LOGO DEPOIS TEP. FORAM 20 DIAS INTERNADA PARA TRATAMENTO E AGRADEÇO MUITO AQUELA EQUIPE QUE ME RECEBEU E CUIDOU DE MIM DESDE O PRIMEIRO INSTANTE. FORAM DIAS DIFICEIS, EU ERA CHAMADA DE MILAGRE E AINDA SOU UM, POIS EU PODERIA HJ ESTAR NAS ESTATÍSTICAS DE MAIS UMA VÍTIMA DESSA DOENÇA TERRÍVEL!!! HJ EM DIA LEVO UMA VIDA NORMAL, MAS EM TRATAMENTO O TEMPO TODO COM ANTICOAGULANTE, FORA OS DEMAIS CUIDADOS.

DEIXO SÓ UM ALERTA PARA AS MOÇAS QUE TOMAM ANTICONCEPCIONAL...CONVERSEM COM SEUS MÉDICOS A RESPEITO E ANALISEM SE VALE A PENA CORRER TANTO RISCO FAZENDO O USO DO MESMO.

AH E SE FOSSE PARA EU IR A UM HOSPITAL PÚBLICO E TER ESSE DIAGNÓSTICO, COM CERTEZA TINHA MORRIDO!!!
1 curtida Curtir
31/10/2014
O DIAGNÓSTICO DO TROMBOEMBOLISMO PULMONAR (T.E.P.) NAS FASES INICIAIS DA DOENÇA PODE SER DIFÍCIL, POIS OS SINTOMAS SÃO VAGOS E INESPECIFICOS. É IMPORTANTE SUSPEITAR DA DOENÇA QUANDO O PACIENTE PERTENCE A UM DOS GRUPOS DE RISCO (USO DE ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS, TRABALHO QUE IMPÕE LONGA PERMANÊNCIA EM PÉ, VIAGENS AÉREAS COM DURAÇÃO SUPERIOR A 3 HORAS, REALIZAÇÃO RECENTE DE CIRURGIAS PÉLVICAS, PERMANÊNCIA PROLONGADA NO LEITO, FUMANTES, ETC.). O EXAME QUE CONFIRMA A DOENÇA E SUA EXTENSÃO É A ANGIOTOMOGRAFIA PULMONAR, E PRECISA DE UM TOMOGRAFO ESPECIAL PARA QUE SEJA REALIZADO DE MODO CONFIÁVEL.
4 curtidas Curtir
31/10/2014
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Dr trabalho na med imagem e passo o dia inteiro em pé. Minhas pernas só andam inchadas e o braço esquerdo amanhece dormente. Eu corro o risco de ter essa doença?
2 curtidas Curtir
02/11/2014
ISSO MESMO. VOCÊ PRECISA SE CONSULTAR COM UM ANGIOLOGISTA. E LEMBRE-SE DE NUNCA FICAR EM PÉ POR MAIS DE SEIS HORAS. NO INTERVALO DO ALMOÇO SE DEITE POR QUINZE MINUTOS, COLOCANDO AS PERNAS PARA CIMA, APOIADAS NA PAREDE. BEBA MUITA ÁGUA E FUJA DO ÁLCOOL, DO CIGARRO E DO SEDENTARISMO.
5 curtidas Curtir
02/11/2014
Enviado Anônimamente 30/10/2014
e para quem passa a maior parte tempo de trabalho sentada, também corre risco de ter T.E.P?
Sou recepcionista e fico muito tempo sentada. Tem alguma dica para evitar esse mal?
1 curtida Curtir
03/11/2014
NUNCA FIQUE MAIS DE DUAS HORAS SENTADA. A CADA DUAS HORAS SE LEVANTE E CAMINHE UM POUCO (DURANTE UNS CINCO MUNUTOS). ANTES DE VOLTAR A SENTAR FAÇA O SEGUINTE EXERCICIO: FIQUE NA PONTA DOS PÉS, LEVANTANDO OS CALCANHARES. CONTE ATÉ CINCO. DEPOIS SE APOIE NOS CALCANHARES E LEVANTE A PONTA DOS PÉS, ENQUANTO CONTA NOVAMENTE ATÉ CINCO. REPITA ESSES MOVIMENTOS QUATRO VEZES.AGORA VOCÊ PODE VOLTAR A SENTIR - SE. E ATENÇÃO: FUJA DOS ANTICONCEPCIONAIS, DO CIGARRO, DO ÁLCOOL E DO SEDENTARISMO. FAÇA TRINTA MINUTOS DE CAMINHADA, TODOS OS DIAS. BEBA LÍQUIDOS.
2 curtidas Curtir
03/11/2014
Enviado Anônimamente 30/10/2014
O uso de meias compressivas ajuda a prevenir?
0 curtidas Curtir
04/11/2014
SIM, AJUDA MUITO !
1 curtida Curtir
04/11/2014
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Dr. Cerqueira, no meu caso estava gravida, fiquei internada por uns 10 dias e fiz uma cesárea com 28 semanas, pois não consegui levar adiante, onde minha neném faleceu em seguida. Fiquei o PO inteiro depressiva, onde estava o tempo todo deitada...com 45 dias comecei a tomar Anticoncepcional e com 5 meses exatos da cesariana, dei entrada no PMA com TVP e TEP...depois de vários exames o SAAF deu positivo, ou seja, foram vários fatores e depois a trombofilia. Sou a mesma pessoa do relato acima de TEP e TVP, trabalho aqui tbm, mas hj estou bem e faço acompanhamento com Angio, Hematologista, Reumatologista e Ginecologista, todos médicos daqui da MI e por sinal excelentes.

3 curtidas Curtir
04/11/2014
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Essa dica vale para as recepcionistas que trabalham na sua clinica? Sinceramente, se nós recepcionistas ficarmos nos levantando de 2 e 2 horas, caminhando durante 5 minutos e fazendo esses exercícios durante o expediente sabem o que iriam dizer:
- Essa daí só fica se levantando.
- Não quer atender,
- Só fica passeado
- Não tem nenhum um compromisso com a empresa,
- Vou já ligar pro Cerqueira!
Enfim, essas e outras indagações. Essa sua dica é muita linda(só na teoria), mas na prática essa realidade passa longe da medimagem e das demais clinicas do grupo.
Então, qual a solução?

14 curtidas Curtir
04/11/2014
A SOLUÇÃO É TU DEIXARES DE SER PÔDE(INSULADA, IMPERTINENTE, INTRUSA, QUISTOSA, DESCOSIDA, INELEGANTE, TROMBUDA, DESORNADA) !!!
5 curtidas Curtir
04/11/2014
Enviado Anônimamente 30/10/2014
A "pôde" tem toda razão. Realismo aqui é sempre mal visto. Incrível.
14 curtidas Curtir
04/11/2014
Escapa-lhe, à pôde assim como a ti, a natureza do paradoxo, o aprofundamento de temas, a polêmica.
1 curtida Curtir
04/11/2014
Enviado Anônimamente 30/10/2014
ÓLA, MEU NOME É JÉSSICA E TAMBÉM SOU UMA SOBREVIVENTE DA TEP, O DIAGNOSTICO FOI EM SETEMBRO/2015, DEMOREI QUASE 3 MESES PARA DESCOBRIR A EMBOLIA PULMONAR, IA DE MÉDICO EM MÉDICO COM OS MESMOS SINTOMAS, TOSSE, ESCARRO COM SANGUE, DORES DE CABEÇA, DOR NA COSTELA ESQUERDA, NÃO CONSEGUIA DORMIR INCOMODAVA FICAR DEITADA, A UNICA FORMA ERA DORMIR SENTADA E NENHUM MEDICO SE IMPORTOU EM SOLICITAR EXAMES, APENAS FALAVAM QUE ERA UMA GRIPE POR CAUSA DO TEMPO, E O SANGUE PORQUE ESTAVA FORÇANDO MUITO COM A TOSSE, ISSO QUE O ATENDIMENTO ERA PARTICULAR, ATÉ QUE OS SINTOMAS FORAM PIORANDO, DESMAIOS, SENSAÇÕES ESTRANHAS, E UMA SECREÇÃO GRANDE COM MUITO SANGUE, E ENTÃO RESOLVI TIRAR FOTO PARA MOSTRAR O FLUXO DO SANGUE AO MEDICO, E IR EM OUTRO HOSPITAL ONDE REALIZEI VÁRIOS EXAMES: SANGUE, URINA, RAIO X E EM NENHUM SAIU O LAUDO COM A TEP, GRAÇAS A DEUS O MEDICO QUE ESTAVA ENTRANDO NO PLANTÃO PEGOU MEU CASO E SOLICITOU UMA TOMOGRAFIA, E AI VEIO O SUSTO, UM COAGULO NO PULMÃO FIQUEI INTERNADA, DURANTE A INTERNAÇÃO ASSUSTADA POIS NUNCA TINHA OUVIDO FALAR DESTA DOENÇA, E ELES ME QUESTIONAVAM EM SER POR USO DO ANTICONCEPCIONAL, E ATE CHEGUEI A TOMAR MEDICAÇÃO DE OUTRO PACIENTE, NO HOSPITAL VC CORRE MAIS RISCOS DO QUE FORA DELE, E A MINHA FÉ FOI GRANDE, PORÉM QUASE 1 ANO SE PASSOU, E OS MÉDICOS SOLICITAM EXAMES E MAIS EXAMES E ATÉ HOJE NÃO CONSEGUIRAM FALAR O MOTIVO DA MINHA TEP, ESTAREI RETORNANDO COM UM NOVO MÉDICO AGORA NO FINAL DO MÊS, E ESTAREI APOSTANDO E TENDO FÉ QUE ELE ESTARÁ ME AJUDANDO A DESVENDAR O MOTIVO, POIS NÃO TENHO CASOS NA FAMÍLIA, NUNCA REALIZEI NENHUMA CIRURGIA, TENHO 24 ANOS, NÃO FUMO, NÃO BEBO.

SÓ TENHO A AGRADECER POR ESTAR VIVA, E TER FÉ QUE ENCONTRAREI TODAS AS RESPOSTAS.

3 curtidas Curtir
05/08/2016
Você precisa ser avaliada por um bom pneumologista e por um angiologista competente.
0 curtidas Curtir
05/08/2016
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Olá Dr Meu Nome é Cassiane e tive T.E.P, e depois disse aconteceu o seguinte tive derrame pleural. Agora o ultimo exame que fiz de tomografia, e deu Atelectasia assim eu corro risco de ocorrer algum outro tipo de problema mais grave???
1 curtida Curtir
24/03/2017
Todas essas ocorrências (derrame pleural e atelectasia pulmonar) são complicações do TEP (trombo-embolismo-pulmonar). O quadro de TEP deve ter evoluído para Infarto Pulmonar que complicou com derrame pleural e atelectasia. Enfim, você precisa dos cuidados de uma equipe médica formada por pneumologista e fisioterapêuta.
1 curtida Curtir
24/03/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Alá Dr. Há uns dois meses fui diagnosticado com TEP bilateral. Me chamo Danilo, tenho 24 anos. Não fumo nem faço uso de qualquer substância. Praticava atividade física e estou no meu peso ideal. A causa ainda não foi descoberta. Trato com anticoagulante apenas, retomei as minhas atividades. Em alguns momentos do dia, ainda sinto falta de ar. Ainda é cedo para que eu pare de sentir, levanto em conta que se passaram dois meses, ou essa é uma sequela que levarei pra vida toda?
2 curtidas Curtir
01/04/2017
Olá Danilo, é raro que um homem jovem tenha desenvolvido um quadro de Tromboembolismo pulmonar, sem fatores de risco conhecidos. Você precisa buscar os cuidados de um bom Hematologista, que irá investigar se você tem alguma anormalidade em um dos fatores de coagulação. Quando à queixa de dispnéia, que persiste dois meses após o evento, não é comum. A evolução comum é para o desaparecimento dos sintomas pulmonares. É necessário que você procure um pneumologista, que realizará testes da função respiratória (espirometria, por exemplo) é um ecocardiograma, para excluir causas pulmonares e cardíacas.
0 curtidas Curtir
01/04/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Ola Dr. Boa noite. Sou uma sobrevivente da tvp e tep. Descobri a doença ha um mes e fiquei vinte vinte dias internada, sendo dez dias na uti. Estou mto assustada e ainda sem entender mta coisa.
Eu nao consigo andar,pois a pamturrilha ainda doi mto. Estou tomando xarelto. Gostaria de saber se o xarelto impede que eu tenha uma nova TEP. E se fico totalmente na cama ou se posso começar a tentar andar.tenho dez dias em casa, de alta.porfavor me ajude..
Desde ja, obrigado
Marcela Cardoso.
0 curtidas Curtir
25/04/2017
Marcela, agora você precisa buscar orientação de um angiologista para iniciar a pesquisa da causa da TVP. Se você está tomando direitinho o anticoagulante, o risco de que vc desenvolva um novo envento é reduzido. Mas, no longo prazo, se cuide bem, pois muitas pessoas que já sofreram um TVP voltarão a apresentar a doença nos próximos anos. Volte a caminhar, use meias compressivas nas pernas, nunca fiquem muito tempo sentada ou em pé. Você deverá, logo que possível, realizar um exame de Us Doppler collor dos membros inferiores, para saber se ainda há trombos residuais.
2 curtidas Curtir
25/04/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Olá Dr, boa tarde
Também sou uma sobrevivente de uma tromboembolia pulmonar que provavelmente foi causada pelo uso continuo da pílula anticoncepcional, digo provavelmente porque de todos os exames que foram feitos não se encontrou nennhum coágulo a não ser no pulmão, e olha que sofri uns 20 dias tratando no PS da cidade de tudo.. rins, vesícula, dor muscular ..etc... mas com a graça de Deus descobriram a tempo e as veias das pernas estão lindas.. e as demais também. Já são 06 meses de tratamento com o xarelto e sem a pílula, mas confesso que não me aguento mais sem essa pílula, pensei em até começar a tomar uma mais fraquinha sem consultar meu médico - o cerazette, mais fiquei receosa, porque sou mãe de 02 filhos e não quero correr o risco de deixá-los órfãos, só que como eu disse, está muito dificil continuar sem a pílula, tenho muita queda de cabelo, alé deste está muito oleoso, e estou com muita espinhas no corpo todo, ou seja, tá complicado! preciso da sua opinião... Desde já agradeço!
1 curtida Curtir
16/06/2017
Pois coloque um DIU. E tudo ficará resolvido.
3 curtidas Curtir
16/06/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Dr. tive embolia pulmonar em 2015, gostaria de saber se ainda tenho possibilidade de ter novamente? também gostaria de saber se posso tomar o DHEA de 25mg?
0 curtidas Curtir
10/07/2017
Quem já sofreu um episódio de TEP tem maior probabilidade de voltar a desenvolver a doença que a população geral. Dependendo dos fatores de risco essa probalidade pode ser de 30%. Portanto, você deverá adotar várias medidas preventivas e uma delas é evitar a ingestão de DHEA. Sugiro que você procure informações mais detalhadas com um pneumologista ou um angiologista.
0 curtidas Curtir
10/07/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
BOM DIA, TIVE UMA TVP E UMA TEP BILATERAL. TOMO XARELTO E DAFLON, SO QUE UM ACIDENTE ACONTECEU ESTOURANDO O PRESERVATIVO... POSSO TOMAR PILULA DO DIA SEGUINTE?
3 curtidas Curtir
10/07/2017
Não faça isso!!
0 curtidas Curtir
10/07/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Doutooooooooor ontem quando fui dormir eu não aguentava de dor na perna esquerda, tomei um ibuprofeno e depois de 3 horas sentindo dor eu dormi.. E hoje acordei e fui cantar um hino lavando louça normal, de repente me senti cansada e parei de cantar. Ai minha vizinha veio aqui e conversando com ela eu quanto mais falava mais eu ficava sem ar, e cansada, e ela mesmo disse que eu tava cansada só de falar.. Passei o dia com dores no peito e tambem na região do tórax, quando respiro fundo dá uma pontada no peito.. Eu queria ir no plantao mas com certeza vão falar que é virose... Eu tbm fico tremula.. Nunca sentí isso.tenho 21 años e uso anticoncepcional há 4 años ciclo 21 ....
1 curtida Curtir
09/07/2017
Tu te medicas com anti-inflamatórios não hormonais; tu cantas o hino nacional enquanto lavas louças, até cansar; tu conversas tanto que chegas a incomodar a vizinha; tu ficas trêmula e usas anticoncepcional oral há quatro anos... Olha, tudo indica que teu problema é no juízo!!
2 curtidas Curtir
09/07/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Vem cá, alguém me responde uma coisa, este canal é sério? E este doutor existe mesmo? porque tem algumas respostas que fico em dúvida com relação ao respeito e a forma de tratamento com as pessoas. Será que é de brincadeira ou podemos considerar verdadeiro tudo que é explicado aqui? Perdoe mas existe tanta coisa errada que estou até desacreditada. Sabe -se lá se quem responde é um médico mesmo.
2 curtidas Curtir
21/07/2017
Cuidado comigo, sou perigoso, homem de má índole, farsante, simulador e adoro me fazer passar por veterinário. Faz o contrário do que te digo, se não queres correr perigo ?.
2 curtidas Curtir
21/07/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Boa tarde dr. Sofri um acidente de moto, fraturei clavícula e escápula, tive contusão pulmonar, muitos ralados e feridas profundas nos joelhos e no dorso de um pé. Entrei em coma, fiquei entubado por 4 dias. Permaneci na UTI por pneumonia e após 7 dias, sempre amarrado e com as pernas para baixo porque tenho 1,97 m e não cabia no leito direito, tive parada cardíaca de 8 minutos devido a TEP bilateral. Fui novamente entubado, por mais 7 dias. Desde então tomo xarelto. Quase 6 meses se passaram. Posso parar de tomar xarelto? No fim do ano passarei por cirurgia na traquéia porque tive estenose devido às intubações. Obrigado.
0 curtidas Curtir
20/08/2017
Acidente de moto: essa é a tragédia brasileira. Por pouco vc não morreu, hein cabra? Em princípio você já pode parar de tomar anticoagulantes. Mas não faça isso antes de consultar um angiologista ou um pneumologista, para saber se ainda existe algum fator de risco para TEP.
0 curtidas Curtir
20/08/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014

Dr bom dia. Tive tep a um ano, depois d uma cirurgia no rim q evoluiu p uma infecção generalizada. 3 meses internada e evolui p tep. Tomei xarelto por um ano pois haviam evidências q levavam a suspeita d outras síndromes associadas. Depois d mt acompanhamento e mts exames feitos e refeitos, tive alta a duas semanas. Sou prof d educação física, 35 anos, ex atleta. Voltei a jogar vôlei nessas duas semanas e noto q fico roxa cm mt facilidade. Isso pode me por em risco novamente?
0 curtidas Curtir
01/10/2017
Interrompa suas atividades físicas, não faça esforços musculares extenuantes e procure um Hematologista. Você está desenvolvendo hematomas subcutâneos espontâneos. Pode ser sério.
0 curtidas Curtir
01/10/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Doutor , minha irmã foi diagnosticada com embolia pulmonar , ficou internada e recebeu alta . Os medicos passou dois tipos de remedios. Depois de 15 dias ela em casa e tomando os remédios direitinhos, Voltou a sentir dor no pulmão. Isso e normal no tratamento com os remédios? Ou o ideal ela voltar e refazer exames?
0 curtidas Curtir
04/10/2017
Ela deve retornar ao pneumologista, ou ao clínico geral. O sintoma mais importante é a falta de ar.
0 curtidas Curtir
04/10/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
DRº Tenho 27 anos e Fui diagnosticada com TEP BILATERAL á 25 dias apenas, suspeita-se que seja pelo uso do anticoncepcional, sentí muita dor no peito, seguido de 3 desmaios seguidos com diferenças de 20 minutos de cada um e síncope. De imediato fui diagnosticada quando cheguei ao hospital particular com STRESS me receitaram rivotril e me deram alta, sem ao menos investigar as causas de tanta dor e tanta dispnéia. Enfim, gráças á outro médico competente fui diagnosticada á tempo, antes que virasse apenas mais uma na estatística. Fiquei 10 dias na UTI e mais 6 dias no quarto e tive alta para continuar o repouso em casa, quando saí da uti comecei a fazer o uso do Xarelto (cá para nós poderia ter um preço mais acessível) e continuei em casa, mas após alguns exames o hematologista descobriu que eu estava intoxicada com o xarelto pois estava perdendo muito sangue na urina sem saber que era (pensava que o remédio modificava a cor da urnia) precisei voltar imediatamente para hospital, para que fosse feito a retirada do xarelto do organismo para reverter a intoxicação, voltei a tomar a injeções de clexane, depois que meu INR normalizar pois o mesmo está em 1,85, preciso que chegue em 2,3 para que seja "normalizado", e após isso começar com o tto do MAREVAM, que será bem mais injoado pois o xarelto não interfere no INR como o marenam faz, mas se for para resolver a situação, que seja feito! Hoje permaneço internada sem previsão de alta, repouso absoluto por tempo indeterminado,sem andar de carro por mais de 40 minutos, não fazer esforço nenhum, não pegar peso enfim tudo! Vou precisar passar por uma perícia no INSS para saber se continuo a trabalhar ou não, e estou arrasada por isso, pois amo o meu trabalho, hoje trabalho em um Laboratório de análises clínicas, cujo o médico hematologista e dono foi quem descobriu meu problema. Amo o que eu faço e ficar afastada disso e faculdade confesso está me doendo muito. Mas gostaria de saber geralmente quando não há outras causas além do uso do anticoncepcional como é o meu caso, quais as chances de ser confirmado uma pré disposição para coágulos nos exames (fator V de Leiden, antifosfolipídeos, antitrombina III, etc) que serão realizados após esta fase aguda passar? Qual seria a probabilidade de o quadro se agravar após meses, devido algum esforço físico? Fui instruída á não realizar atividades físicas por um ano aproximadamente, e após 1 ano vou poder voltar ou será sempre um risco na minha vida? Acho que o assunto deveria ser um pouco mais esclarecido, pois existem muitas dúvidas sobre isso, sobre o uso da pílula, as causas, tratamentos e tudo mais. Infelizmente um assunto hoje que é considerado uma das maiores causas de morte no mundo, quase não se houvem falar, tanto é que quando tive o diagnóstico todos perguntaram o que era, pois nunca tinha ouvido falar sobre a doença... Acho que seria um caso á se pensar né? Porquê não explicar claramente sobre os riscos que os anticoncepcionais causam nas mulheres... Para que todas fiquem cientes sobre isso e decidam por sí como se prevenir co outros métodos contraceptivos que não causem tantos problemas. Eu nunca mais usarei nenhum tipo de anticoncepcional, e nenhum outro método contraceptivo que tenha hormônio Estrogênio e progesterona. Desde já agradeço se puder esclarecer essas pequenas dúvidas. Obrigada!
1 curtida Curtir
08/10/2017
Moça, não lamurie não, pois você não morreu por pouco. O Tromboembolismo pulmonar é uma doença muito perigosa e muitas vezes fatal. As causas são numerosas, mas não há dúvidas de que uso de anticoncepcionais orais contribuiu muito para o aparecimento da sua doença. Nunca mais tome pílulas anticoncepcionais. E aprenda tudo que puder sobre a doença, mas evite se tornar uma neurótica. Se você fizer tudo direitinho ficará curada. Você me pareceu uma pessoa instruída, portanto será fácil se tornar uma profunda conhecedora das atitudes preventivas que deverá adotar daqui por diante. E não deixe de seguir as orientações do hematologista e do pneumologista. Não deixe de realizar um exame de US Doppler das veias dos membros inferiores.
0 curtidas Curtir
08/10/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Tive tep e agora ocorreu um acidente com o preservativo! Já fazem 15 dias mais ou menos que minha hemato suspendeu o xarelto! Posso tomar a pílula do dia seguinte ? Tenho uma bebê de 4 meses!
0 curtidas Curtir
20/10/2017
pílula, Xará? Cê pirou? NUNCA!! Nunca esqueça: VOCÊ SOFREU UM TROMBOEMBOLISMO PULMONAR. PORTANTO, PÍLULA NEM PENSAR 👹.
0 curtidas Curtir
20/10/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Dr.eu Rose,2009 tive trombose venosa profunda na perna direita,fiquei internada no hospital por 10 dias tomando os remedios,tive alta e continuei tomando marevan por seis meses,fiz todo tratamento certinho.tudo isso o medico falou que foi devido anticoncepcional,apos 5 anos,2015 tive feblite na mesma perna,que queimava muito nao aguentava nem tocar,fui ao medico comecei a tomar remedio para ciculacao,o venalote,desde entao tudo bem.mas apos alguns dias minha perna ficou horrivel com uma manha preta que me deixou muito triste.tenho vergonha das minhas pernas.apos alguns meses na pesma perna deu uma trombofeblite na mesma perna fui ao medico tomei remedio,mas apos uns 15 dias sentir muita dor no peito que fui ao hospital e fui diagnosticado embolia pulmonar, fiquei 5 dias na UTI,e mas 5 dias no quarto faz um ano e meio continuo com tratamento marevan pra vida toda,mas vivo fazendo controle do sangue.e tive duas hemorragia por conta desse marevan.2017 tive uma pneumonia e sinto muita falta de ar meu vascular pediu tomografia e dopper,estou com medo pois sinto dores no torax e costas. fico imaginando tudo de ruim .
dr.minha pergunta e vou tomar remedio pra vida toda e corro risco de ter um desses de novo.me ajude com uma resposta.
0 curtidas Curtir
10/11/2017
Seu caso não é simples, pois você já sofreu várias ocorrências de trombose venosa profunda, além de tromboembolismo pulmonar. Por isso, você precisa ser acompanhada por um angiologista, fazendo consultas peródicas. Use meias compressivas nas pernas, não fique mais de duas horas sentada ou de pé, sempre que possivel deite-se e coloque os pés para cima (encostados na parede) beba bastante água, evite cigarros, bebidas alcóolicas ou pílulas anticoncepcionais e tome a medicação indicada pelo médico. Não creio que seja necessário que você tome anticoagulantes pelo resto da vida. Esclareça essa dúvida durante a consulta com o angiologista.
2 curtidas Curtir
10/11/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Boa tarde Dr. Tive TEP 17 dias após uma cirurgia, com trombos provavelmente na pelve, pois não apresentei trombose nos membros inferiores e fazia uso contínuo de anticoncepcional, mesmo não tendo predisposição a trombose conforme o mapeamento de trombofilia que fiz antes da cirurgia. Estou fazendo tratamento com xarelto e suspendi o uso de anticoncepcional. É contra indicado a pratica de atividades físicas? Pratico musculação há muito tempo. Em consulta com a pneumologista, apresentei boa recuperação respiratória. Vou refazer a Angio TC no fim do mês para controle. Hoje voltei a sentir fisgadas no mesmo local que senti no dia da embolia. Posso ter outro evento mesmo fazendo uso do xarelto?
0 curtidas Curtir
13/11/2017
Evite realizar atividades físicas, principalmente musculação. Evite ficar muito tempo em pé ou sentado. Sempre que possível, se deite e eleve as pernas. Use meias compressivas nas pernas. Não deixe de tomar a medicação recomendada pela angiologista. E nunca mais passe perto de anticoncepcionais.
0 curtidas Curtir
13/11/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Oi, tive embolia pulmonar estou tratando com xarelto .sou caminhoneiro, uso a meia de compressão. após o tratamento posso voltar a trabalhar?
0 curtidas Curtir
06/12/2017
Sim, você poderá voltar a trabalhar, mas sempre tendo o cuidado de usar as meias compressivas, beber bastante líquido (água) fugir do álcool e do cigarro e nunca passar mais de duas horas sentado. Após cada período máximo de duas horas sentado, interrompa o que estiver fazendo e dê uma caminhada de 10 minutos. Se for possível , procure tb um local pra deitar-se, levantando as pernas apoiando sobre uma parede, movimentando os pés pra ponta dos dedos e pros calcanhares. Não deixe de fazer consultas periódicas com o angiologista. E leia muito sobre o assunto (trombose venosa profunda) - TEP
0 curtidas Curtir
06/12/2017
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Boa tarde Doutor! Hoje faz uma semana que venho sentindo dores nas costas, no início era raras, mas na madrugada de quinta senti na altura dos braços dor e queimação, desde então venho sentindo dores todos os dias, fortes. Falta de ar não, só quando vem uma sensação de desmaio acompanhada de aceleração nos batimentos cardíacos, essa sensação de desmaio é anterior as dores nas costas. Ontem a noite, senti essa sensação de desmaio acompanhada de taquicardia várias vezes a noite, fui no hospital minha pressão estava 14 por 6, minha respiração estava oscilando entre 98 e 99, o médico não passou exames e tratou como um caso de ansiedade, e me passou medicamentos intra venosa. Só que a dor na costa voltou agora a tarde. Será que esses podem ser de uma embolia pulmonar?
0 curtidas Curtir
15/01/2018
Se fosse uma embolia pulmonar você não teria condições de estar enviando mensagens pelo Oiaqui. Você já estaria numa UTI. Sua conversa é típica de gente com mania de doença. O assim chamado “hipocondríaco". Crie juízo.
1 curtida Curtir
15/01/2018
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Bom dia!!
Dr. Tenho 31 anos, desde julho de 2016 faço tratamento contra o câncer de mama. Fiz 16 sessões de quimioterapia, 25 de radioterapia, mastectomia unilateral a esquerda e a uns 6 meses faço uso do tamoxifeno. No dia 12/01/18 passei por uma cirurgia para retirar os ovários como forma preventiva ao tratamento. No dia 29/01/18 comecei a sentir dores nas costas, na costela e no peito do lado direito. Tomei um analgésico e durante o dia até fiquei bem. Mas quando foi de madrugada acordei com fortes dores nas costas, sentia pontadas, contrações, falta de ar. No dia 30/01/18 fui ao pronto socorro do hospital onde faço tratamento e depois fazer um raio-x é uma tomografia a médica suspeitou de infarto pulmonar, mas que eu teria que fazer um angiotomografia, para confirmar. Como tenho alergia ao contraste não pude fazer. Ela me internou e durante a noite tive uma forte dor e muita falta de ar. Me medicaram e colocaram oxigênio para ajudar na minha respiração. No outro após o médico me examinar ele achou melhor me mandar para UTI permaneci por dois dias lá. No total fiquei 10 dias internada. Boa parte dois dias só consegui dormir sentada, pois ao deitar doía muito. Tomei as injeções na barriga e varfarina de 5mg via oral. Em casa continuo com a prescrição de tomar Varfarina 5mg e com a restrição de comer alimentos verdes. Estou aguardando o hospital marcar a Cintilografia Pulmonar, para fechar o diagnóstico, pois saí de lá com o relatório de alta com um ponto de interrogação, TEP? Tive alta na última sexta-feira dia 08/02/18. Essa noite senti fortes dores no pulmão, menos intensa, mas bem parecida com a de quando internei. Que aliviam quando fico sentada. Segundo o médico me explicou quando eu estava internada, o pulmão não dói, o que dói é a pleura. Eu gostaria de saber o que o senhor acha que pode ter sido o fator determinante para eu ter tido esse problema? E agora de alta quais as atividades posso fazer? Posso cozinhar, posso lavar roupas leves como minhas roupas íntimas por exemplo? Posso caminhar um pouco? Ou tenho que ficar em repouso?
Agradeço o espaço.
Aguardo resposta.
0 curtidas Curtir
11/02/2018
Seu diagnóstico precisa sem esclarecido, antes que se possa definir qualquer tratamento ou estabelecer quais os limites para sua rotina diária. Como você tratou um câncer de mama, faz parte de um grupo de risco para TVP (trombose venosa periférica) que pode causar TEP (tromboembolismo pulmonar). Esse diagnóstico é definido através de angiotomografia pulmonar. Se você é alérgica ao contraste iodado, poderia ter feito o exame usando contrate iodado, não iônico, com uso prévio de corticosteroide venoso. Mas os médicos deveriam ter feito um exame laboratorial chamado D-Dímero, que é um marcador muito eficaz para TEP e TVP. Outras possibilidades diagnósticas que precisam ser investigadas são de que você tenha desenvolvido uma progressão sistêmica da doença mamária. Para isso, você deverá retornar ao consultório do oncologista que lhe acompanha, para que seja realizada uma cintilografia óssea de corpo inteiro. Enquanto isso, evite permanecer muito tempo em repouso, use meias compressivas nas pernas e se mantenha bem hidratada. Se você desenvolver crise falta de ar e/ou dores torácicas, retorne ao pronto-socorro onde foi atendida.
1 curtida Curtir
11/02/2018
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Doutor tive embolia a uma semana, descobri por acaso pensando ser uma dor muscular, provavelmente devido ao uso de pílula anticoncepcional, a minha dúvida é se mesmo sem sequelas dessa embolia, pois pelo que o médico disse não tenho nenhuma.
eu ficarei restrita de alguma coisa?? Além é claro de não poder nunca mais tomar pílulas
0 curtidas Curtir
18/02/2018
1. Fuja das malditas pílulas anticoncepcionais.
2. Use, durante uns 6 meses, meias compressivas nas pernas.
3. Nunca permaneça mais de duas horas sentada ou em pé, sem se movimentar. Sempre que possível, deite-se e eleve as pernas por 15 minutos.
4. Todos os dias, após o almoço, deite-se durante 20 minutos, com as pernas elevadas.
5. Beba água em grande quantidade.
6. Evite cigarros e bebidas alcoólicas.
7. Cuidado com viagens prolongadas (de carro, de avião, etc).
8. Faça consultas semestrais com seu angiologista.
9. Não use sapatos de saltos altos.
10. Emagreça.
0 curtidas Curtir
18/02/2018
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Boa noite Dr... Em novembro passado fui internada com pneumonia e derrame pleural bilaterais e no quarto dia de internação tive uma embolia pulmonar bilateral, sem quadro de TVP no doppler de membros inferiores... Faço tratamento com anticoagulante e, há 3 dias, comecei a sentir dotes em região lateral esquerda do tórax e nas costas, também do lado esquerdo. Passei por um clínico, que me auscultou e disse que estou com crepitacao na região em q sinto dores. Fiz uma tomografia e levei ao pneumologista, porem este somente viu o exame e não me auscultou, dizendo que o exame esta normal e que minha dor é muscular. Estou sem saber se confio no diagnóstico do pneumologista, mesmo sem ter me atendido ou se realmente devo me preocupar com essas dores devido a crepitacao...
1 curtida Curtir
21/02/2018
Se a sua tomografia não mostrou anormalidades você pode ficar mais tranquila. Principalmente se o pneumologista lhe orientou a não se preocupar. É lamentável que ele não tenha lhe submetido a uma ausculta pulmonar, pois se o clinico geral ouviu estertores crepitantes na região em que vc refere dores ele deveria ter valorizado essa informação. Por vezes alterações pulmonares iniciais podem não se manifestar ao exame de tomografia do tórax. Se as dores ainda continuam voce deverá se dirigir a um pronto-socorro, onde provavelmente será realizado um exame laboratorial denominado D-dímero, para excluir o diagnóstico de embolia pulmonar.
2 curtidas Curtir
21/02/2018
Enviado Anônimamente 30/10/2014
Olá boa noite!!!
Sou a pessoa que enviou uma pergunta do 11/02/2018. Primeiramente, obrigada pela resposta. Como relatei estou em tratamento contra o câncer de mama desde 2016, fiz uma cirurgia para retirada dos ovários dia 12/01/18 e fui internada com TEP no dia 30/01/18, 18 dias depois. Eu me lembro de terem me dito que fizeram um exame chamado gasometria, esse exame também pode diagnosticar uma TEP? A cintilografia óssea não foi pedida, eu só fiz em 2016 quando comecei o tratamento. Semana passada fiz a Cintilografia Pulmonar de ventilação e perfusão, o resultado sairá na semana que vem. E continuo usando a varfarina.
Obrigada.
1 curtida Curtir
28/02/2018
Não, a gasometria não é um exame para diagnóstico da TEP. Esse é um exame que avalia os danos que a TEP causou na capacidade funcional dos seus pulmões. Vc deverá continuar usando a varfarina.
1 curtida Curtir
28/02/2018
oiaqui.com

Teresina - Piauí


15.314.248
Acessos

44.635
comentários

10.458
respostas
Nossos Vídeos

O que uma garrafa de refrigerante faz com seu corpo


Veja todos os videos