fale livremente,
você não precisa se identificar

18.916.047
Acessos

45.423
comentários

10.847
respostas

#44303
Remetente não identificado 23/06/2020

Nem pense nisso. Faça uso do albendazol em dias seguidos. E não chegue nem perto de álcool durante o tempo em que estiver tomando esse medicamento. E depois que tomar a última dose passe 6 dias sem beber álcool. Senão...

Respondido em 24/06/2020
Ver 0 Comentários 0 curtidas    27 Acessos
#44296
Remetente não identificado 20/06/2020

“Medicina Ortomolecular”? Fuja disso. Isso é uma fraude, um engodo, não tem fundamentos científicos e também é perigoso. Profissionais mal intencionados estão se apresentando como especialistas nisso, mas isso não é uma especialidade médica. O Conselho Federal de Medicina, proíbe os médicos de se apresentarem como “especialistas” nessa Marmota.

Geralmente os médicos que se apresentam como praticantes dessa malandragem são profissionais que fracassaram no exercício da medicina e se escondem nessa falsa especialidade. Várias entidades médicas na Europa e nos Estados Unidos estão alertando as pessoas para os riscos de darem ouvidos a tais charlatões. ☠️

Respondido em 21/06/2020
Ver 0 Comentários 1 curtida    21 Acessos
#44293
Remetente não identificado 18/06/2020

Em resumo: trata-se de uma paciente adulta, sabidamente hipertensa, relatando sonolência e soluços, com episódio de “diarreia” episódica, durante um dia. Há 3 meses ela apresentou os mesmos sintomas. Ela é portadora de litíase vesicular.

Pela análise do seu relato é possível concluir que:

  1. Os sintomas referidos não são causados pelos cálculos veiculares.
  2. Ela deverá medir regularmente sua pressão arterial, para que tenhamos ideia da severidade da hipertensão.
  3. Precisamos saber se ela toma regularmente medicamentos anti-hipertensivos e quais são eles. Muitos medicamentos usados para controle de hipertensão arterial causam os sintomas que ela apresenta.
  4. Ela precisa realizar um exame denominado MAPA (MONITORIZAÇÃO AMBULATORIAL DA PRESSÃO ARTERIAL).
  5. Ela precisa realizar exames laboratoriais de dosagem plasmática de Sódio, Cloro, Potássio e Magnésio, para excluirmos a existência de distúrbios hidro-eletrolíticos. Tal condição também pode causar esses sintomas e costuma ocorrer em pessoas que ingerem medicamentos anti-hipertensivos.

Sugiro que você encaminhe sua paciente para uma consulta ambulatorial com um cardiologista, ou com um bom clínico geral.

Respondido em 21/06/2020
Ver 0 Comentários 2 curtidas    25 Acessos
#44295
Remetente não identificado 19/06/2020

Sim. Agora o Medclub é fácil, é rápido, pois se tornou digital. Pra melhor atender você. Sem mensalidades, sem taxa de adesão e com preços bem melhores. Corra, baixe o aplicativo e entre no incrível mundo da medicina digital.

Respondido em 19/06/2020
Ver 0 Comentários 1 curtida    23 Acessos
#39597
Remetente não identificado 29/05/2018
Normal. Esse é um dos padrões de normalidade nos exames de mamografia em mulheres jovens. Você deve ter idade inferior a 35 anos, e nunca amamentou. Acertei? 😉
Respondido em 31/05/2018
Ver 4 Comentários 16 curtidas    2401 Acessos
#22537
Remetente não identificado 11/05/2016
Não se inquiete tanto, pois essa condição que você apresenta não é uma doença. É uma característica de personalidade, chamada MISANTROPIA. De modo geral, a misantropia tem características tanto positivas quanto negativas. Os misantropos são via de regra ótimos escritores, astutos observadores e pesquisadores da vida, criaturas sensíveis, inteligentes, críticos do status quo, seres perspicazes. Mas a hipersensibilidade e o idealismo do misantropo podem levá-lo a uma luta constante com ondas de pessimismo, apatia e isolacionismo, que, se não bem administradas, poderão afetar seu modo de viver e produzir. Os misantropos expressam uma antipatia geral para com a humanidade e a sociedade, mas geralmente têm relações normais com indivíduos específicos (familiares, amigos, companheiros, por exemplo). A misantropia não implica necessariamente uma atitude bizarra em relação à humanidade. Um misantropo não vive afastado do mundo, apenas é reservado (introvertido/tímido) e, é precisamente por este fato que é habitual serem poucos os seus amigos ou pessoas com quem estabeleçam um vinculo afetivo. Olham para todas as pessoas com uma certa desconfiança, e é frequente que façam "julgamento apressado" (e na maioria das vezes acertam) de cada um que se aproxime, embora muitas vezes não o demonstrem. São pessoas que não gostam de grande agitação ao seu redor, pois não se sentem bem diante de muita gente, preferindo ficar em casa a sair para locais de diversão (indisposição para ir a lugares com muita gente, o que invariavelmente faz da pessoa uma caseira convicta). Podem ocorrer frequentes mudanças de humor: ora feliz, ora melancólico, o termômetro do estado de espírito fica louco, oscilando constantemente (poucas são as pessoas que vêem este seu aspecto, só as mais próximas conseguem). Normalmente são muito perfeccionistas no que gostam de fazer e no que se comprometem a fazer. É muito frequente destacarem-se nas áreas profissionais em que estão inseridos, pois além da inteligência diferenciada, dedicam grande parte do seu tempo ao trabalho. A misantropia costuma aparecer desde logo durante a infância em crianças tímidas, introvertidas e caladas que têm dificuldades em fazer amigos, nomeadamente na escola, preferindo muitas vezes ficarem sozinhas. Com o passar dos anos, tendem a ser bastante sarcásticos/irônicos nas observações que fazem (pode-se dizer que em parte a grande timidez é disfarçada por estas duas características) - têm uma interpretação muito própria de tudo aquilo que vêem e de tudo aquilo que lhes é dito pelas outras pessoas, sendo bastante observadores e atentos ao que os rodeia embora, muitas vezes, não o pareça. Uma das explicações mais consistentes para esta aversão social deriva do fato de darem bastante relevância aos aspectos negativos que constatam nas pessoas ou simplesmente terem medo que estas os desiludam, daí as evitam. Têm uma forte sensibilidade ficando extremamente afetados com tudo o que os rodeia (mesmo que muitas vezes não estejam envolvidos diretamente) daí ser muito fácil, ao longo da vida, passarem por várias decepções. Quando adulto, o misantropo tende a ser uma pessoa com o psicológico muito forte e difícil de ser abalado. Esta característica se deve ao fato do misantropo possuir uma alta sensibilidade, que lhe auxilia a entender o mundo de forma mais profunda, e a refletir durante seus inúmeros momentos de solidão. Misantropos são incansáveis pensadores. Passam todo o tempo a pensar. É importante salientar que misantropos, diferentemente das demais pessoas, não enxergam a solidão como algo negativo e trágico em suas vidas. Viver sozinho e em constante pensamento é uma forma de entrar em contato com seu eu interior e descobrir a verdadeira razão de estar vivo e fazendo da vida suave e tranquila, o conceito errado de solidão e sofrimento para essas pessoas não existe. Portanto, não faça nada que implique em negar sua natureza, mas faça um esforço para não se isolar totalmente dos outros. Procure se relacionar bem no ambiente de trabalho e estabeleça relações de amizade e de diálogo com pessoas que lhe cercam.
Respondido em 12/05/2016
Ver 11 Comentários 26 curtidas    5582 Acessos
#15974
Remetente não identificado 21/07/2015
Bate Bola/ Jogo Rápido: Um filme? - CINEMA PARADISO Uma Cor? - VERMELHO Um lugar? - A TRILHA EM QUE CAMINHO Uma banda? - THE BEATLES Um Cantor? - LUIZ MELODIA Um Idolo? - MEU TIO MANFREDI Uma inspiração? - MEUS SONHOS Um sonho? - NUNCA PARAR DE SONHAR Uma Frase? - NEM RIR E NEM CHORAR. APENAS ENTENDER (Benedictus Spinoza) Uma Comida? - OSTRAS FRESCAS NO MACAPÁ (A PRAIA MAIS LINDA DO BRASIL) Uma palavra que o definiria - INQUIETO
Respondido em 22/07/2015
Ver 5 Comentários 37 curtidas    32216 Acessos
#6626
Remetente não identificado 01/01/2014
CABRA, CÊ TÁ É APAIXONADO, SÔ !! E COMO SE CHAMA ESSA DIVINDADE QUE ROUBOU TEU CORAÇÃO ?
Respondido em 01/01/2014
Ver 11 Comentários 16 curtidas    11414 Acessos
#31259
Remetente não identificado 03/06/2017
Evite tomar as duas medicações nos mesmos dias, ou seja, simultaneamente. Primeiro tome o albendazol. Depois de 4 dias do término das tomadas do albendazol você ataca de secnidazol.
Respondido em 04/06/2017
Ver 22 Comentários 81 curtidas    21780 Acessos
#9697
Remetente não identificado 09/07/2014

O resultado desse exame deve ser interpretado por um medico. De qualquer modo, vou tentar explicar-lhe: A lactose depois de digerida produz duas moléculas: a glicose e a galactose. Para fazer este teste o paciente ingere em jejum um líquido com dose concentrada de lactose. Em seguida,durante duas horas, obtém-se várias amostras de sangue para medir o nível de glicose, que reflete a digestão do açúcar do leite. Se a lactose é "quebrada" pela digestão, os niveis de açucar no sangue sobem (o paciente näo tem a doença). Se a lactose não é "quebrada", o nível de glicose no sangue não aumentará e, conseqüentemente, o diagnóstico de intolerância à lactose será confirmado. Um detalhe: este exame não é indicado para crianças pequenas.


VAMOS RESUMIR A INTERPRETAÇÃO:

  1. ANOTE NUM PAPEL O VALOR DA SUA GLICEMIA BASAL (OU DE JEJUM):SUPONHA QUE TENHA SIDO 89.
  2. SOME A TAL VALOR O NÚMERO 20.

    OU SEJA: 89 + 20 = 109.

  3. COMPARE ESSE NÚMERO (NO CASO DO EXEMPLO ACIMA: 109) AOS VALORES DE SUAS GLICEMIAS DOSADAS APÓS A INGESTÃO DA LACTOSE.

- SE UM DE TAIS VALORES ESTIVER IGUAL OU ACIMA DE 109, VOCÊ NÃO É PORTADORA DE INTOLERANCIA À LACTOSE.

- SE AS DOSAGENS DE GLICEMIA ESTIVEREM ABAIXO DE 109 VOCÊ É PORTADORA DA ENFERMIDADE.

Respondido em 10/07/2014
Ver 986 Comentários 1130 curtidas    868097 Acessos
 < 1 2 3 4 5 6 >  Última

18.916.047
Acessos

45.423
comentários

10.847
respostas